Prato Feito – ZN Colaborativa Especial: Comida di Buteco – Constança Bar

Constança bar - Zona Norte Etc

Estreando a ZN Colaborativa dedicada aos reviews do Comida di Buteco, o nosso amigo Pedro Riccioppo, publicitário e bom apreciador da culinária boêmia, fez o seu relato sobre o prato do Constança Bar. E aproveitou para a abrir o coração sobre a bem-vinda valorização da gastronomia na ZN. Veja abaixo!

Fui convidado pelo meu amado Zona Norte Etc para escrever sobre os botecos e petiscos participantes do Comida di Buteco 2015. Aceitei o sacrifício. Butequeiro (para usar o padrão ortográfico do concurso) que sou, vou dar meus pitacos a respeito dos pratos que experimentar por aí até o dia 10 de Maio, quando o concurso se encerra.

Este ano, em comemoração aos 450 anos do Rio de Janeiro, o número de bares participantes aumentou consideravelmente e trouxe o concurso para o Meier, bairro que – apesar da relevância na ZN – nunca teve um representante no concurso. E aqui cabe um parêntese. O número de boas opções gastronômicas no Meier vem crescendo muito nos últimos meses. Destaque especial para o Castro Bar e Restaurante, na Rua Castro Alves, que só não participa do concurso pois alguns de seus donos são sócios do Botero (já participante), em Laranjeiras, o que fere o regulamento. Outro destaque bacana para o Wenceslau, na Rua Silva Rabelo, próximo ao viaduto, com diversos petiscos gourmet bacanas por preço justos e uma carta de cervejas de variedade inimaginável no bairro até 2 anos atrás. Finalmente alguns empreendedores enxergaram que a Zona Norte também consome gastronomia e diversos bairros do subúrbio vão sendo tomados por novos barzinhos e restaurantes de alto nível.

Amém. Que isso dure por muito tempo.

O representante do Meier no Comida di Buteco 2015 é o Constança Bar, até então pouco badalado pelas redondezas. O bar fica na Constança Barbosa, próximo ao Baixo Meier. Eu sempre o frequentei pelo ambiente familiar, pela cerveja bem gelada, pelas duas TVs enormes que exibem futebol aos fins de semana e pela moela com batata baratinha e deliciosa. Para o concurso, eles apostaram no prato “Alcatrinha e Mangota”, uma combinação de pequenos cortes de alcatra, creme de manga e cebola caramelizada. Este ano eu estou avaliando os pratos de acordo com a capacidade deles desfazerem meu preconceito em relação a ideia de misturar fruta e petisco. Nesse aspecto, o prato se saiu muito bem. Misturar manga com carne me parecia uma catástrofe anunciada e ficou muito longe disso. Eu gostei do que comi. O creme de manga estava delicioso e combinou bem com a alcatra e a cebola caramelizada.

Constança bar - Zona Norte Etc

O prato concorrente do Constança Bar: Alcatrinha e Magota | Foto: Divulgação

Maaaaaas tenho lá minhas críticas também, como não?!

A primeira é que achei o prato muito simplório para um concurso desta magnitude. Faltou um pouco de ousadia, faltou aquele ingrediente matador. Fiquei um pouco com a sensação de que é um petisco que eu poderia comer em qualquer buteco arrumadinho. Neste sentido, eu sou bem caxias. Se é pra participar do concurso, e ser agraciado com toda a visibilidade que ele proporciona (aparecer na Globo, entrar no roteiro de excursões de gente de outras regiões da cidade e até de fora do estado e do país), é para ser matador. É pra fazer um prato de comer rezando, pra fazer o cara querer voltar no dia seguinte e experimentar o restante do cardápio, concordam?

Pois é, o Constança Bar deu mole nesta. Faltou ousadia e criatividade. E outra: se é pra usar ingredientes básicos, como é o caso, é obrigação usar A ALCATRA. E também não foi o caso. Apesar de macia, me pareceu uma alcatra que pode ser comprada em qualquer esquina e feita por qualquer um, nenhum corte especial, nenhum tempero diferente. Uma alcatra com molho gostoso de manga e ponto final. Mas vale a visita. A porção é bem servida, o atendimento é muito bom e a cerveja é costumeiramente gelada (não estava perfeito no dia desta visita).

Bonus Track – Concurso Bolinho de Arroz

Como parceiro de longa data da equipe do Zona Norte Etc, também fui convocado a participar de um concurso paralelo que criamos para eleger o melhor bolinho de arroz da região. Esquece aquele bolinho de arroz que rolava na sua casa, geralmente no fim do mês (se é que você me entende). Os botecos do Rio estão reinventando o prato e o transformando em uma baita especiaria. Vamos aos meus favoritos, em ordem de preferência.

1. Castro Bar e Restaurante (Meier): Bolinho achatadinho de arroz (pouco arroz) misturado com carne e linguiça suína (muita carne e muita linguiça – especialidades da casa) e MUUUUITO queijo. Dá água na boca só de descrever. CAMPEÃO!

2. Bar do Momo (Tijuca): Bolinho mais parrudo. O queijo vai por fora, parecendo gratinado. Leva bem mais arroz que o bolo do Castro e bem menos carne. Mas é uma delícia. VICE.

3. Santo Remédio (Grajaú): Bolinho mais parecido com aquele clássico, que comemos em casa. Muito arroz, muito mesmo. E uns pedacinhos quase imperceptíveis de carne misturadas com queijo. Gostoso, mas não vale o investimento. Neste bar, vale MUITO a pena mesmo comer o prato concorrente do Comida di Buteco, mas isso já é pauta para um ooooutro post.

Abraços, conterrâneos.

Curtam a cidade!

Serviço: Constança Bar – Rua Constança Barbosa, 135 B – Méier Fone: (21) 2137-9280 *Horário – Segunda a Sábado: 11h às 22h

Prato Feito: Comida di Buteco – Bar do Momo

colaborativa_dibuteco_b

E foi dada a largada à melhor competição gastronômica dos amantes da boemia: o Comida di Buteco. Na edição 2015, o desafio é usar frutas na receita e os bares da ZN participantes estão arrasando na criatividade.

Começamos o nosso roteiro pelo Bar do Momo, que está competindo com o prato “O bêbado e o equilibrista”, que nada mais é do que uma delícia de sanduíche de pernil desfiado em seu molho, maionese defumada e picles de carambola no baguete de leite. Acompanha ainda geléia de pimenta e batida de maracujá.

A análise será feita com base na “maravilhosidade” dos pratos, levando em consideração o meu paladar que tende a achar tudo ótimo e também o da galera que me acompanhou na empreitada e que tem gostos variados.

Primeira dica: não mexa na receita original. Teve amigo dizendo que ia tirar a carambola, porque fruta no sanduíche, blá, blá,blá… Não faça isso. Pense que alguém se dedicou com muito afinco na cozinha para buscar a combinação perfeita e, acredite, nesse caso específico do Bar do Momo, o objetivo foi alcançado. A carambola harmoniza perfeitamente com a carne do pernil e não esqueça de colocar a geleia de pimenta, que faz toda a diferença! Confesso que deixei de lado a batida de maracujá…

Agora vamos ao desafio Doritos: Guacamole de Jiló. SIM! Sou completamente apaixonada por jiló e esse prato pra mim foi a representatividade da perfeição. Mas como sei que sou um caso à parte nesta questão, vale ouvir a opinião dos colegas que não são tão chegados assim na iguaria e o veredito foi: parece o guacamole tradicional, mas com o leve amargo do jiló no final. Ou seja: você que não gosta de jiló também pode comer, ok?!

Pra fechar, nós aqui do blog resolvemos lançar um desafio interno que não está na competição oficial: o Melhor Bolinho de Arroz. Mais uma vez o Momo está saindo na frente com seu arroz sequinho, muito queijo e calabresa no recheio.

E se depois disso tudo ainda tiver um espacinho na barriga, aproveita pra experimentar o Atolei no Momo (costela bovina sob creme de mandioca gratinado com queijo parmesão e doritos), prato que disputou o desafio Doritos do ano passado: é maravilha num copinho!

Serviço: Bar do Momo – Rua General Espírito Santo Cardoso, 50 – Loja A – Tijuca

*Aceita somente dinheiro

*Horário: Segunda a Sexta: 14h às 23h / Sábado: 11h às 22h / Domingo e Feriado: 09h às 16h

Gostou da dica? Então agora vamos à novidade!

colaborativa_dibuteco_b

O Comida di Buteco rola até o dia 10/05, então conto com a sua ajuda para conseguir avaliar todos os bares da ZN! Em breve vou postar por aqui mais alguns que já provei, mas o espaço está aberto para a sua colaboração! É só mandar o seu relato pelo e-mail: contato@zonanorteetc.com.br e publicaremos, com todos os créditos, na ZN Colaborativa Especial: Comida di Buteco. Ah! Não esquece de tirar uma foto incrível do prato, ok?! Bom apetite!

Prato Feito – Maricota’s Bistrô

café maricotas

Estreamos hoje a seção Prato Feito com uma super dica de um bistrô maravilhoso que fica logo ali na General Roca, na Tijuca. O Maricota’s Bistrô tem cheiro (e gosto) de casa de vó, com aquele aconchego que só um café quentinho sabe dar aos corações.

café maricotas

Entre as delícias da casa estão as sopas, massas e um mix de cervejas importadas que podem ser degustadas sempre às sextas. Para quem gosta de doces, há tortas e bolos caseiros, que acompanham os cafés maravilhosos da casa.

Todos os dias você encontra promoções para alguns combos especiais como a combinação da sopa + vinho ou a de cerveja importada + pizza. Fique atento à página do Maricota’s no Facebook para saber sobre as promoções!

E pra você, leitor do Zona Norte Etc, o Maricota’s Bistrô preparou uma promoção especial. Quem chegar por lá e disser SOU LEITOR ZN, ganha um especial café Maricotinha, esse da foto abaixo!

maricotinha

Aos sábados o café da manhã tem novo horário: das 9h30 às 14h30 e leitor ZN que se identificar também ganha 5% de desconto!

Provou? Gostou? Então volte sempre e não esqueça de registrar a sua visita no Instagram, marcando #zonanorteetc e #maricotas. As melhores fotos ganham #regram no nosso perfil. Participe!

Serviço: Maricota’s Bistrô – Rua General Roca, 539 – Tijuca

(21) 3253-9022/32539034

Horário de funcionamento:

Seg – Qui: 10:30 – 19:00
Sex – Sáb: 10:30 – 21:00

Formas de Pagamento: Cartões Visa e Mastercard / Dinheiro