Marky Ramone Comemora 40 anos de Punk Rock no Méier

Beach Combers_Zona Norte Etc_Divulgação
Marky Ramone_Zona Norte Etc_Divulgação

Foto: Divulgação

O movimento punk rock está completando 40 anos e, como bom quarentão, merece uma baita comemoração. O Rio de Janeiro recebe o show de um dos sobreviventes do estilo, o baterista Marky Ramone, que toca, no próximo dia 29 de abril, em edição especial da festa A Grande Roubada, no Imperator, no qual promete executar 30 clássicos do Ramones.

São músicas boas demais para deixar de tocar

Marky Ramone é mais conhecido por seus 15 anos como baterista dos lendários Ramones, banda com a qual compôs, gravou mais de 15 álbuns e tocou em mais de 1.700 shows. Em atividade como baterista desde meados de 1970, Marky também gravou com Misfits, Richard Hell & The Voidoids e Dust e participou de trabalhos solos de Dee Dee e Joey Ramone.

O baterista é acompanhado, no show, por Marcelo Gallo (guitarra), Alejandro Viejo (baixo) e Oscar Chinellatto (vocais). Marky conta que o projeto é uma maneira de manter o legado dos Ramones vivo para as novas gerações.

A Banda de Abertura

Beach Combers_Zona Norte Etc_Divulgação

Foto: Divulgação

A banda de abertura é à altura. Nada mais, nada menos que as feras do Beach Combers, Banda que começou em 2009, aqui no Rio de Janeiro, e formam um power trio de deixar no chinelo muitas bandas main stream por aí. Bernar Gomma (guitarra), Guzz The Fuzz (baixo) e Lucas Leão (bateria) surfam sem medo na onda instrumental, mesclando o som das guitarras magnéticas da surf music à trip lisérgica de garagem dos anos 60. A banda já conta com três álbuns e mais de 800 shows pelo país.

Na Pista, o comando é do DJ Wagner Fester que coloca um Rock n’ roll nervoso, rápido e rasteiro, repleto de clássicos, pra pular, abrir rodas, bater cabeça e cantar em coro.

Mais sobre A Grande Roubada

A Grande Roubada_Zona Norte Etc_I Hate Flash

Foto: I Hate Flash

A Grande Roubada foi criada em 2009 com a proposta de agitar a cena rock underground do Rio, trazendo shows que não aconteciam há muito tempo na cidade, como The Exploited, D.R.I, GBH, Jello Biafra, Garotos Podres, Matanza, Gangrena Gasosa, Mukekka di Rato e Zumbis do Espaço.

Além de shows, a festa costuma reunir performances, exposições, filmes e DJs, um ponto perfeito para quem curte rock e abrir uma roda com os amigos.

Serviço:
A Grande Roubada Apresenta
MARKY RAMONE’S BLITZKRIEG – 40 anos de punk rock!
29 de Abril – Sexta – 20H
Abertura: Beach Combers
Entre os shows: DJ Wagner Fester

Imperator (Centro Cultural João Nogueira)

Rua Dias da Cruz 170, Méier. Tel: (21) 2597-3897

Madureira, Chico Tadeu e o Rap

Chico Tadeu

Fico muito contente quando me deparo com um artista dessa qualidade. Hoje, tenho o prazer de falar sobre o trabalho do Rapper Chico Tadeu. Cria de Madureira. Talento legítimo da nossa querida e culturalmente frutífera ZONA NORTE. Em seu trabalho de estreia chamado O ESTADO CRÍTICO, já na primeira música chamada AHIMSA mete o pé na porta e nos ouvidos atentos. A partir dali percebi que era melhor me ajeitar na cadeira porque coisa boa estava por vir. Chico Tadeu é Papo reto. A explicação da frase O ESTADO CRÍTICO que intitula o álbum, são três: A situação social na qual o país se encontra; O problema na segurança pública e na educação; E todo o excesso de informações que recebemos nessa era digital.

Ouça o álbum na íntegra:

É por conta de toda essa observação que ele diz entrar em um ESTADO CRÍTICO, pede licença para criticar a atual situação que tem observado no país e após dois anos em estúdio grava o primeiro disco. O disco foi produzido e mixado por DuBrown e Suarez, a masterização é de Luiz Café, beats de KMKZ, F2L, MrBreak e DuBrown, e participação de Ghetto ZN na música Trem da Norte.

Chico Tadeu

…Simplesmente juntamos o que há de melhor no RJ e no Brasil, desde o beatmaker ao profissional de masterização, acho que a grande sacada do ESTADO CRÍTICO foi essa: Juntar DuBrown e Suarez na produção de um disco. Pra mim, significa o clássico e o contemporâneo lado a lado. KMKZ e F2L são os melhores beatmakers do Brasil e até da américa latina, se bobear, e o Mr Break que dispensa comentários, por isso não é mérito só meu… São deles também, foi uma família que trabalhou firme e se dedicou, sou muito grato por isso.

E a coluna Soda Noise sai bem em tempo de curtirmos o lançamento oficial do show do Chico Tadeu. Vai ser lá no Viaduto de Madureira, na sexta-feira, dia 04/03, no Baile Black Santa!

Mande seu material para a coluna Soda Noise através do email: contato@zonanorteetc.com.br

Mon-Ra – Atitude, Talento e Clipe Novo!

Soda Noise - Mon Ra

 

Soda Noise - Mon Ra

O nome dele é Ramon Tavares, vulgo Mon-Ra, tem 19 anos e é cria de São João de Meriti, mais precisamente do Bairro Grande Rio. Em 2014, ele foi responsável por criar a “Batalha da Praça“, no bairro de Éden, também em São João, onde foi palco de reunião de ótimos nomes da cena. Mon-Ra vem acertando desde sua primeira música gravada, chamada “Bandida”, que vai estar no 1º EP e foi classificada para o “Talentos – Meriti – 2015”.

A partir disso, ele vem crescendo, amadurecendo e produzindo muito. Nas letras, são evidenciadas realidades do cotidiano dos jovens da Baixada Fluminense visando a conscientização da galera. Em breve o EP “Praga do Egito” vai ser lançado. Entre as músicas estarão Sente o Peso, Minha Reflexão, Bandida e Elas Querem. Por enquanto, deixamos o clipe da música VQETNP (Vem Que Eu To No Porte) pra vocês curtirem e espalharem em suas timelines!

*Se você é músico, ou tem alguma dica, mande o material para: contato@zonanorteetc.com.br

Marcão Baixada Lança Mixtape (Ouça e Baixe)

header_sodanoise_marcão-baixada

header_sodanoise_marcão-baixada

É com muito orgulho que estreamos a nossa coluna Soda Noise no Zona Norte Etc. Por aqui traremos as dicas e notícias mais quentes do mundo da música. O prazer e satisfação vem em dobro por estrearmos com um artista que admiramos muito. O cara é talentoso, carismático e tem o papo reto. Ativista cultural e rapper da Baixada Fluminense Marcão Baixada vem se destacando cada vez mais na nova cena rap carioca.

Nas letras, a realidade vivida cotidianamente com rimas ácidas e com um flow bem original. Marcão é integrante do grupo #ComboIO junto com DMA e Léo Da XIII. Os caras não estão fracos não… Pra ter uma ideia, esse ano, eles trouxeram pra casa, mais especificamente pra Baixada Fluminense, a Copa do Mundo do Hip-Hop chamada “Take Back The Mic” que foi realizada em Miami – EUA. 

O trabalho solo completo do MC vai estar pronto em breve mas pra não deixar a galera aflita Marcão resolveu disponibilizar a mixtape “Black Friday” com exatos 22’37” de puro rap, já dando uma prévia do que vem por aí. Baixe o som e aumente a caixa porque o grave vai tremer com essa mixtape!

Baixe a Mixtape “Black Friday” de Marcão Baixada.

PRA OUVIR ONLINE:

01. Black Friday Intro
02. Santo de Rua (prod. SantoRua Antiéticos)
03. Selva, Pt. II
04. Mlk Solto
05. Século XXI (2012)
06. Não É Só Um Cap feat. DUGHETTU & Sistah
07. Psico (prod. GabasBeats)
08. Skit
09. Carta Aos Meus Iguais de Alma [Remix] (prod. Mr Break)
10. OG Bobby Johnson [Remix]
11. Fim de Papo [Meek Mill’s “The End” Remix]
12. Eu Já Sabia [Remix] feat. Hélio Bentes (prod. Luiz Café)

*Se você é músico, ou tem alguma dica, mande o material para: contato@zonanorteetc.com.br