Peça-chave

Juliana Faria_Leão Etíope do Méier_Zona Norte Etc_ Foto Fabiano Albergaria_2_

A Juliana Faria esteve na nossa celebração de aniversário junto aos amigos do Leão Etíope do Méier e o turbante estampado foi a peça chave da produção mais básica. Luxo!

Juliana Faria_Leão Etíope do Méier_Zona Norte Etc_ Foto Fabiano Albergaria_2_

Foto: Fabiano Albergaria

Quer participar no conteúdo do Zona Norte Etc e mostrar os principais looks do seu bairro? Clique aqui e saiba como colaborar.

Riso solto

Gabriele Faccioli_Leão Etíope do Méier_Zona Norte Etc_ Foto Fabiano Albergaria_1_

A Gabriele Faccioli era só sorrisos no Leão Etíope do Méier. O registro foi feito durante o encontro contra a redução da maioridade penal, evento que também fez parte das celebrações de um ano do blog.

Ela aposto no mix de estampas da camisa com o lenço e arrasou!

Gabriele Faccioli_Leão Etíope do Méier_Zona Norte Etc_ Foto Fabiano Albergaria_1_

Quer participar no conteúdo do Zona Norte Etc e mostrar os principais looks do seu bairro? Clique aqui e saiba como colaborar.

ZN Entrevista – Orlando Zaccone

Orlando Zaccone_Zona Norte Etc_Leão Etíope do Méier_Maioridade Penal_3

Orlando Zaccone_Zona Norte Etc_Leão Etíope do Méier_Maioridade Penal_3

A nossa comemoração de aniversário teve presenças ilustres, festas lindas e muita animação. Mas também teve espaço pra debate e conscientização com um tema muito importante: a redução da maioridade penal.

O delegado Orlando Zaccone foi um dos convidados para essa conversa que rolou Perto do Leão Etíope do Méier e o papo foi ótimo! Além de Orlando, também participaram Rosana Chagas e Adailton da Gambá, com seu projeto incrível dos “Guerreiros da Guia”. Nós aproveitamos a presença do delegado também pra trocar uma ideia e olha aí o resultado!

Primeiro, Zaccone falou sobre a auto estima do jovem e a importância do resgate cultural da Zona Norte:

Eu sou da ZN, nascido e criado na Tijuca. As pessoas costumam criticar a Tijuca como um bairro de Zona Norte que tem perfil de Zona Sul mas não é não. Frequentei muito o Grajaú, Méier – o Imperator que sempre foi uma referência em casas de show – e ver esse evento acontecendo hoje é uma grande satisfação porque eu acho que a cultura carioca é a cultura da Zona Norte, do subúrbio. A Zona Sul vai se apropriar do hip hop, do skate – que começou em Campo Grande -, de muitas coisas, pra depois incorporar. Então é aqui que está pulsando a cidade e nós temos que fazer com ela que continue a pulsar. Aliás, a cultura sempre pulsou aqui só que agora temos uma revitalização que faz com o que o morador da Zona Norte queira participar dessas atividades sem ter que sair pra Zona Sul ou Centro. Então de fato está havendo uma valorização maior dos jovens em relação ao que se é produzido aqui.

Sobre a questão de cultura versus criminalidade, Zaccone observou alguns pontos importantes:

Eu acho que a cultura pode ajudar a mudar o olhar que o restante da cidade tem da Zona Norte. A partir do momento que você ocupa os espaços públicos isso diminui o olhar criminalizador. O olhar criminalizador vem muito da questão das cidades terem espaços que não estão ocupados ou que na noite ficam ermos, então quando você ocupa esse espaço, esse olhar melhora. Eu não sei se por isso irão ocorrer menos crimes, mas o pânico moral em relação a esses crimes tende a diminuir porque esse lugar vai ser ocupado. Um exemplo clássico é a Barra da Tijuca, que é uma das regiões do RJ que tem um dos maiores índices de roubo a veículos, mas não existe um pânico moral em relação a esses roubos, porque a Barra tem uma ocupação com muito comércio, shoppings, atividades culturais. Quando você ocupa, você faz com o que o olhar sobre o fenômeno criminal seja diferenciado, não seja mais visto como um olhar para um grande perigo mas como ocorrência de um evento que é natural nos grandes centros. Você imaginar que no tamanho de uma cidade como o Rio de Janeiro não vai ter crime, é uma loucura, então nós temos que pensar em ter um relacionamento diferente com o fenômeno criminal.

Quer saber quem mais passou pelas nossas comemorações? Fica ligado por aqui que aos poucos vamos contar tudo o que aconteceu!

A primeira

benedito

E é assim, um pouco em cima, mas com muito amor no coração que anunciamos nossa primeira comemoração, de um total de três, para o nosso aniversário de um ano.

zn_1ano_leao

A nossa primeira festa vai ser junto com os amigos do Leão Etíope do Méier, em um evento histórico na Praça Agripino Grieco, no Méier, onde além da maravilhosa programação cultural de sempre vai rolar um debate importantíssimo sobre a redução da maioridade penal.

Então ficamos combinados: sábado, 23/05, a partir das 17h, ali na Praça Agripino Grieco, no Méier.

É pra debater, participar, ser clicado lindo com seu look, dançar passinho e adquirir camisetas exclusivas do blog com direito a customização pra ficar do seu jeitinho!

Confira a programação:

17h

Debate sobre a redução da maioridade penal:

– Rosana Chagas, pesquisadora IESP/UERJ

– Orlando Zaccone, delegado e membro da LEAP (Law Enforcement Against Prohibition), organização que advoga a eliminação das políticas de proibição e a introdução de uma política alternativa de controle e regulação das drogas

– Adailton Da Gambá, músico e líder comunitário do Morro do Gambá, Complexo do Lins. Fundador do grupo Guerreiros da Guia

debate maioridade

———–

18h
Show – Marcio Barravento e Dicas de Atabaque
www.facebook.com/pages/Marcio-Barravento-e-Dicas-de-Atabaque/187629154590938#!

19h
Show – Guerreiros da Guia
www.facebook.com/guerreirosdaguia

20h
Show – MC Mano Teko
www.facebook.com/pages/MANO-TEKO/188730347870534

21h
Exibição – A BATALHA DO PASSINHO
https://www.facebook.com/ABatalhaDoPassinhoOFilme

*Bate papo com o diretor Emílio Domingos

benedito

22:30h
Estreia do Benedito Sistema de Som

Para mais informações, acesse a página do evento no Facebook. Clica aí e já marca na agenda porque o dia vai ser lindo!

Quem vamos?

Biblioteca da Gratidão: Transborde Amor!

flyer_feiragratidão_Zona Norte Etc

É com muito prazer que anunciamos a realização da primeira Biblioteca da Gratidão no Rio de Janeiro. Esta edição, que acontecerá no Méier, será realizada contando com o total apoio e parceria da Feira Grátis da Gratidão, evento que já acontece por todo o Brasil.

Para participar é fácil! Basta estar disposto a se desapegar, doar, trocar. Podem ser bem materiais como livros, ou imateriais, como um abraço. O importante é abrir o coração e participar desse movimento tão importante, que tem como objetivo reforçar o amor e o respeito que temos entre nós, principalmente depois de um momento tão conturbado como foram essas eleições.

Em parceria com o blog Aceita um Livro? e com a Feira Grátis da Gratidão teremos estantes com livros para trocas e doações. Mas você pode chegar com música, arte e o que mais quiser. Então participe! Mas conta pra gente como? Pode ser por email no contato@zonanorteetc.com.br ou na página do evento no Facebook.

Contamos com você!

flyer_feiragratidão_Zona Norte Etc