ZN Entrevista – Baile do Passinho Parte 1 – Dançarinos MC Ludmilla

Os estilos de Cesar Augusto e Raphael Melo | Foto: Fabiano Albergaria

O ZN Entrevista do Baile do Passinho vai ser dividido em duas partes, porque era muita gente linda e interessante pra gente falar de uma vez só. Então queremos dar um carinho especial a esses artistas maravilhosos que fizeram uma noite histórica no Espaço CUFA, resgatando o melhor da cultura do funk carioca.

Enquanto aguardávamos ansiosos pela chegada da Ludmilla, uma das atrações da noite, conversamos com os dançarinos dela, que mais tarde fariam parte do show da cantora. São 4 artistas com muito estilo e experiência, com passagens por diversos shows.

Foto: Fabiano Albergaria

Foto: Fabiano Albergaria

Bruna Gonçalves, Raphael Melo, Cesar Augusto e Cristal Felix estão com Ludmilla há pouco tempo, mas arrasam no palco com as coreografias que misturam o street dance com muita sensualidade, presente nas letras da MC.

Bruna é de Nilópolis e Cristal da Vila da Penha, mas as duas já se aventuraram morando e trabalhando em um circo, durante temporada nos EUA. Já Raphael é de Rocha Miranda e Cesar de Campo Grande. Todos têm a cultura da ZN fortemente presente em sua formação e acreditam que a região ainda tem muitos talentos perdidos!

Foto: Fabiano Albergaria

O dançarino Cesar Augusto| Foto: Fabiano Albergaria

Foto: Fabiano Albergaria

Raphael Melo apoia a iniciativa do blog de mostrar outra visão da cidade | Foto: Fabiano Albergaria

Mas que bom que pelo menos esses talentos estão aí bem à mostra e pra quem quiser conferir a performance ao vivo, é só ficar ligado na agenda de shows da Ludmilla!

Os estilos de Cesar Augusto e Raphael Melo | Foto: Fabiano Albergaria

Os estilos de Cesar Augusto e Raphael Melo | Foto: Fabiano Albergaria

DICA ZN: O CIRCO CHEGOU

Começou ontem o 2º Festival Internacional de Circo do Rio de Janeiro, que até o dia 18 de maio trará o mundo mágico do circo em picadeiros espalhados por toda a cidade. Serão aproximadamente 400 artistas em cerca de 200 apresentações gratuitas para um público estimado em 250 mil pessoas.

E o melhor é que dentre os 60 picadeiros montados, 46 são dentro de comunidades, muitas delas na Zona Norte. Muito democrático. Vai ter espaço pra Penha, Madureira, Maré, Mangueira, Turano, Manguinhos e muito mais. Coisa linda!

Confira aqui a programação completa de acordo com os locais.