Verão, Yoga e Zona Norte

6_Casa Gaia_Yoga_Zona Norte Etc_Agenda Cultural

Verão, Yoga e Zona Norte

Verão chegou, 2017 também, Carnaval já está aí e pra gente começar o ano com a mente e o corpo sãos nada melhor do que uma boa aula de yoga. Nós separamos algumas dicas para você aproveitar ótimas aulas gratuitas (ou quase). 

 

1 - Yoga no Complexo do Alemão

complexo-do-alemao_yoga_zona-norte-etc

Paola Palú, educadora física, professora de Yoga, especialista em Hatha Yoga. Curitibana e tem um grande propósito: ajudar no equilíbrio das pessoas! Acredita que grandes mudanças de vida estão em pequenas ações.

 

2 - Yoga na Penha

parque-ary-barroso_yoga_zona-norte-etc

Kemetic Yoga é um antigo sistema egípcio de Yoga baseado nas práticas de movimentos físicos combinados com controle da respiração e meditação. 

 

3 - Sahaja Yoga

sahaja-yoga_meier_zona-norte-etc

As palestras são acompanhadas por ensaios práticos para aprender como meditar em casa. Não requer conhecimento prévio de meditação ou yôga. A Sahaja Yoga pode ser praticada sentado confortavelmente na mãe terra ou na cadeira e é acessível para todas as idades. Não precisa de roupa especial No mundo todo, os cursos de Sahaja Yoga são gratuitos, ministrados voluntariamente por instrutores experientes.

 

4 - Casa Gaia

6_Casa Gaia_Yoga_Zona Norte Etc_Agenda Cultural

Foto: Divulgação

Uma casa que abriga ideias e pessoas de todas as tribos, um lugar de reflexão e entrelace. A Casa Gaia é um ambiente voltado para o bem-estar social, saúde e beleza, no sentido mais amplo, e não apenas estético da palavra. 

Entre em contato:

Rua Lopes da Cruz, 322 - Méier
casagaiarj@gmail.com
(21) 99221-8680 (whatsapp)

Rio 450 – ZN na História – Complexo do Alemão

paz no complexo

O Complexo do Alemão tem história. Tem passado. Como todos os outros bairros que figuraram nesta coluna, foi feita uma pesquisa para se coletar dados sobre a construção e estabelecimento deste espaço que hoje infelizmente aparece nos jornais apenas pela guerra diária.

Prestamos aqui nossa homenagem relembrando e respeitando o local através de sua história e torcemos para que uma nova trajetória seja escrita, sem violência. #PaznoAlemão

paz no complexo

1- Origem do nome do bairro: Homenagem a Leonard Kaczmarkiewicz, polonês refugiado da Primeira Guerra Mundial, que ficou conhecido pelo apelido de “Alemão”.

2- Antes da colonização portuguesa, as áreas próximas à região eram habitadas pelos índios Tamoios, que viviam às margens do Rio Timbó.

3- Muito após o extermínio dos Tamoios, os jesuítas se estabeleceram na região – já no século XVIII -, dando origem à Fazenda de Inhaúma e seus engenhos.

4- A ocupação da Serra da Misericórdia ocorreu no início do século XIX, com Francisco José Ferreira Rego.

5- Por ocasião de sua morte, os herdeiros venderam as terras para Joaquim Leandro da Motta, que, por sua vez, dividiu sua propriedade em grandes lotes.

6- Em 1928, Leonard Kaczmarkiewicz “Alemão” promoveu o primeiro loteamento de suas terras.

7- No dia 4 de dezembro de 2008, o presidente Lula visitou o Complexo do Alemão, em evento realizado num antigo depósito de gás abandonado, para o lançamento do Territórios da Paz , além de anunciar diversas outras obras de melhorias para a região.

8- Nesse bairro aconteceu a execução brutal do jornalista Tim Lopes, que teria sido uma vingança por sua reportagem “Feirão das Drogas”, que foi laureada com o Prêmio Esso de Jornalismo.

9- O bairro conta hoje com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e virou atração turística com o Teleférico do Alemão, administrado pela Supervia.

10- Delimitado pela Lei N° 2.055, de 09 de dezembro de 1993, alterando os limites dos Bairros de Olaria, Ramos, Bonsucesso, Inhaúma e Higienópolis.

Fonte: Livro “Rio Bairros” de Robson Letiere

Dica ZN – Ary em Movimento

Foto Release Ary em Movimento_Zona Norte Etc

O Parque Ary Barroso foi criado em 13/12/1964, e foi um dos primeiros parques destinados a servir de área de recreação para os moradores dos subúrbios carioca. Em seu 50.000 m2 de área, com lagos e cascatas, foram plantadas mais de 130 espécies de árvores e instalado um complexo esportivo. Tombado pelo patrimônio histórico em 08/10/1965, segundo conta a placa informativa localizada no parque.

Atualmente, o local é uma das únicas áreas verdes da Região da Leopoldina, Zona Norte do Rio de Janeiro, e está localizado nas proximidades das favelas que compõem o Complexo da Penha e do Alemão, além dos bairros da Penha e Penha Circular.

Foto Release Ary em Movimento_Zona Norte Etc

Foto: Divulgação

Pensando nisso, e na perspectiva de resgatar esse espaço ambiental e de convivência, agentes públicos, da sociedade civil e a Rede Comunitária da Penha, criaram um calendário de ocupação do Parque, com o objetivo de retomar a vivência pública, estimulando o uso do espaço para caminhadas, brincadeiras e diversas outras atividades. A ideia é que a importância histórica do Parque Ary Barroso para a vida social da Região da Leopoldina seja retomada por meio de uma série de ocupações propositivas, através da oferta de atividades de lazer, cultura, educação e meio ambiente. E o objetivo principal é que se re-desperte uma relação afetuosa e de cuidado com este importante espaço público.

A primeira ação acontece hoje, corre pra lá!

Programação:

9h: Visita guiada pelo Parque Ary Barroso – Guiadas Urbanas

9h30 – Atividade física (ginástica e alongamento) – Renato Rio Mais Social

10h – Oficina de Semente – Aliflor

10h30: Pinturas artísticas em criança – Voluntários

11h: Oficina de artesanato – Horta com garrafa PET – Centro de Educação Multicultural

14h: Roda de conversa com mulheres – ONGCresam

15h: Maquiagem para mulheres – Consultoras Mary Kay Brasil

16h: Oficina de brinquedos – Centro de Educação Multicultural

17h: Wagner José e seu bando – Arena Carioca Dicró

Realização: “Tamo Junto!” – Rede Comunitária da Penha 

Mais informações na página do evento no Facebook

 

Antecipando tendências

Arena Dicró_Pedro Luís_Isabella Rocha_Zona Norte Etc_2_

A Isabella Rocha sem querer antecipou uma tendência que vimos no Oscar. Ela escolheu um look todo preto com um ponto de cor turquesa, a mesma inspiração seguida por Cate Blanchett no tapete vermelho.

Mas como o destino aqui era a Arena Dicró e não uma premiação, a produção ficou bem mais despojada, com um vestido mais curto e um coturno como acessório. O resultado, nos dois casos, ficou lindo!

Arena Dicró_Pedro Luís_Isabella Rocha_Zona Norte Etc_2_

Foto: Fabiano Albergaria

Arena Dicró_Pedro Luís_Isabella Rocha_Zona Norte Etc

Foto: Fabiano Albergaria

Quer participar no conteúdo do Zona Norte Etc e mostrar os principais looks do seu bairro? Clique aqui e saiba como colaborar.

 

Conforto para o verão

Arena Dicró_Pedro Luís_joao felipe alves_Zona Norte Etc

O João Felipe Alves é mais um dos fãs de Pedro Luís que passaram pela Arena Dicró para conferir o show do cantor e compositor.

Pra enfrentar o calorão ele escolheu um look fresco e básico, mas super confortável pra dançar as músicas da turnê “Por Elas”.

Arena Dicró_Pedro Luís_joao felipe alves_Zona Norte Etc_2_

Foto: Fabiano Albergaria

 

Arena Dicró_Pedro Luís_joao felipe alves_Zona Norte Etc

Foto: Fabiano Albergaria

Quer participar no conteúdo do Zona Norte Etc e mostrar os principais looks do seu bairro? Clique aqui e saiba como colaborar.