Mais ou Menos Isso – Roteiro Turístico Alternativo para a Zona Norte

insta_trancanago_zona norte etc
insta_trancanago_zona norte etc

Foto: Reprodução Instagram @trancanago

Tour pela Fábrica de Doces da Ufa de Quintino.

Compras no Outlet do Mercadão de Madureira.

Fazer um passeio romântico à cavalo na Praça Xavier de Brito.

Talvez pular de bungee jump no prédio da UERJ.

Comprar uma camisa do time e assistir a um jogo no campo do São Cristóvão.

Não deixar de tirar uma foto com a estátua do Leão na Dias da Cruz.

Ver o desfile dos carros das escolas de samba sendo empurrados até o Sambódromo.

Tirar foto com o túmulo de algum famoso no Cemitério do Caju.

Visitar a comunidade dos chinas que vendem pastel.

Reservar uma noite para o Octoberfest no Buxixo.

Leo Valpassos e Lucas Ribeiro www.facebook.com/maisoumenosisso

*As opiniões publicadas nesta coluna são de responsabilidade integral dos autores e não representam necessariamente a opinião deste site.

Mais ou Menos Isso – Google Zona Norte

insta_norte comum_zona norte etc
insta_norte comum_zona norte etc

Foto: Reprodução Instagram @nortecomum

“Méier”

Você quis dizer: “Não bobéier”

“Wellington”

Você quis dizer: Uélito

Trânsito

Você quis dizer: Av. 24 de Maio

 “Transporte”

Você quis dizer: van

 “Lanchonete”

Você quis dizer: china

“Isoporzinho”

Você quis dizer: isopor com cerveja

“Pós-night”

Você quis dizer: podrão

“Usina”

Você quis dizer: Tijuca

“Muda”

Você quis dizer: Tijuca

“Zona Sul”

Você quis dizer: Tijuca

“Paleta Mexicana”

Você quis dizer: sacolé

“Buffet”

Você quis dizer: “vou comer pra caralho”

Leo Valpassos e Lucas Ribeiro www.facebook.com/maisoumenosisso

*As opiniões publicadas nesta coluna são de responsabilidade integral dos autores e não representam necessariamente a opinião deste site.

Mais ou Menos Isso – As Diversas Funções de um Trocador de Ônibus

insta_maisoumenosisso_zonanorteetc_meuriosuburbano
insta_maisoumenosisso_zonanorteetc_meuriosuburbano

Foto: Reprodução Instagram @meuriosuburbano

Função 1: Receber o dinheiro das passagens e dar o troco quando necessário.

Função 2: Liberar a roleta para quem usa Riocard ou tem gratuidade.

Função 3: Informar se aquele ônibus passa em determinado lugar.

Função 4: Avisar ao passageiro desnorteado que aquele ônibus está passando naquele determinado lugar.

Função 5: Girar a roleta e avisar que está girando já que alguém entrou por trás do ônibus.

Função 6: Ganhar um pacote de bala do camelô que entrou no ônibus para interromper o silêncio da viagem.

Função 7: Dar em cima de alguma passageira que sentou perto do seu banco.

Função 8: Dormir.

Função 9: Abandonar o ônibus para comprar alguma coisa de comer ou beber.

Função 10: Ficar gritando para outro trocador quando dois ônibus emparelham.

Função 11: Bater a moeda na roleta pra avisar que o motorista pode fechar a porta e ir embora.

Função 12: Ler jornal.

Função 13: Expulsar molequinho que está tentando entrar escondido pela porta de trás.

Função 14: Segurar as compras ou a criança enquanto uma senhora passa pela roleta.

Função 15: Usar a unha grande no dedo mindinho.

Função 16: Falar um número aleatório para o fiscal do ponto.

Leo Valpassos e Lucas Ribeiro www.facebook.com/maisoumenosisso

*As opiniões publicadas nesta coluna são de responsabilidade integral dos autores e não representam necessariamente a opinião deste site.

Mais ou Menos Isso – Pequenos Orgulhos Suburbanos

insta_vozdacomunidade_betinhocasas
insta_vozdacomunidade_betinhocasas

Foto: Reprodução Instagram @vozdacomunidade | @betinhocasas

Achar uma vaga no Baixo Méier sábado à noite.

Conseguir comer no Outback do NorteShopping sem fila.

O garçom do Cachambeer lembrar de você.

Ir sentado no metrô de Botafogo até a Pavuna.

Dizer que o Ronaldo Fenômeno também é de Bento Ribeiro que nem você.

Poder beber antes do jogo no Maraca porque depois vai voltar a pé pra casa.

Ter ido há muito tempo atrás em um daqueles cinemas de rua da Saens Peña.

Alguém perguntar que ônibus pega para Marechal Hermes e você saber de cor.

Saber todas as estações do trem de cabeça.

Já conhecer um bar do subúrbio que só virou modinha agora.

Conhecer um famoso porque ele foi seu vizinho.

Ouvir uma música que fala o nome do seu bairro.

Leo Valpassos e Lucas Ribeiro www.facebook.com/maisoumenosisso

*As opiniões publicadas nesta coluna são de responsabilidade integral dos autores e não representam necessariamente a opinião deste site.

Mais ou Menos Isso – 10 provas de que a Zona Sul ama a Zona Norte

regram_insta_dl13ventura
regram_insta_dl13ventura

Foto: Reprodução Instagram @dl13ventura

Pode reparar. Você conhece muito mais gente que torce pra Mangueira, pro Salgueiro e pra Portela do que pra São Clemente, pra Rocinha e pra Alegria da Zona Sul.

Num Maracanã lotado, na hora do gol, um morador do Leblon já abraçou um morador de Madureira sem um saber onde o outro morava.

Aliás, não tem quem não ame os jogadores da Zona Norte: Zico, Romário, Ronaldo, só para citar alguns.

O Adão nasceu no Grajaú, mas hoje também bomba em Botafogo, por exemplo.

Te garanto que todo fim de semana tem casais da Zona Sul comprando na Rua dos Lustres em Benfica. Se bobear, eles ainda fazem uma boquinha na Cadeg depois.

Outra coisa: eu duvido que uma criança nunca tenha ido ao Zoológico na Quinta da Boa Vista.

E a Feira de São Cristóvão. Quem nunca?

Sabe o Sacolé do Claudinho na praia de Ipanema? Então, no subúrbio sempre teve uma tia que fazia sacolé pra galera.

Igual a onda do isoporzinho, que é moda na ZN desde cedo. 😉

E as músicas, hein? São tantas. Aposto que muita gente depois do túnel sabe direitinho qual a diferença entre o charme e o funk.

Leo Valpassos e Lucas Ribeiro www.facebook.com/maisoumenosisso

*As opiniões publicadas nesta coluna são de responsabilidade integral dos autores e não representam necessariamente a opinião deste site.